A apresentação da OPA/CCBM na Índia, em BONN, Alemanha e na RIO + 20

Mar 05 2013

A OPA apresentou na India, no Simpósio Global da 11ª Conferência Internacional de Chefes de Justiça, "Despertar a Consciência Planetária" ("Wakening planetary consciousness) realizado na City Montessori School uma palestra sob o titulo de "A nova direção da Educação para a Civilização Mundial através da Lei, Paz e Desenvolvimento Sustentável, com as crianças" (The New Direction of the Education for World Civilization across the Law, Peace and Sustainable Development with the children).

Logo em seguida a organização apresentou .no Fórum da FOWPAL na 64ª Annual UN/DPI/NGO Conference em BONN, Alemanha e na World Summit of Love and Peace on Sustainable Development realizado pela FOWPAL na RIO +20 no HSBC Arena - dois eventos presididos pelo Dr Hong Tao-Tze, presidente da organização e vice-presidente da ONU / ONG Associação de Cidadãos do Mundo (AWC, Association ofr World Citzenship) - duas palestras dentro do eixo temático da Construção de Cidadãos Responsáveis e Sociedades Sustentáveis com essa mesma direção: A Educação para a Civilização Mundial no Terceiro Milênio tendo em vista o Direito, a Paz e o Desenvolvimento sustentável.


A proposta central da organização para esses dois objetivos, a construção de cidadãos responsáveis e a sustentabilidade mundial foi então apresentada na RIO + 20: O estabelecimento de uma Década da Educação pelo Desenvolvimento Sustentável na Família a partir de 2014/2015.


Essa proposta está fundamentada em um plano de ação global, de natureza cultural, denominado de PLANO DESD FAMILIA. O plano é uma iniciativa pela organização social no âmbito cultural dentro do objetivo especifico de mobilização e união de povos, nações e religiões na seguinte direção:


O estabelecimento da unidade metafisica, ética e de conduta da família humana capaz de enquadrar a luta contra a criminalidade e a favor do estabelecimento de uma unidade cultural planetária na perspectiva da formação humana para a cidadania mundial.


A principal direção estratégica adotada para a ação é esta: A organização, sistematização e partilha de um eixo de ação da família humana sobre a formação social da identidade, comunicação e relação social das crianças entre 0 e 14 anos de idade que sustente o estreitamento das relações entre sociedades e comunidades de diferentes extração cultural e religiosa sobre a construção dessa unidade e a superação da criminalidade.


A novidade é que este plano não é focado na economia, educação escolar e trabalho como base de ação para o desenvolvimento sustentável. Este plano identifica especificamente - e abraça - a pessoa humana, a família, a identidade pessoal e coletiva familiar e a dinâmica das relações da comunidade com as crianças, como áreas prioritárias para a formação integral dos cidadãos, da justiça social e da união dos povos e nações.

É um plano que se baseia na visão de que a família deve ser assumida pela ONU como o santuário doméstico do Estado de Direito - como sempre tem sido assumido, desde o início dos tempos, pelas tradições culturais dos povos e das nações, em particular pelo Papa e pela Igreja.  Leia aqui o Plano.